objetos roubados

Ter objetos furtados/roubados em hotéis ou hospedagens é, infelizmente, mais comum do que a gente imagina. É ainda uma situação muito chata, já que o momento que era para ser prazeroso e amigável, pode se tornar um pesadelo.

Para evitar esses momentos é importante tomar alguns cuidados, que vamos listar.

O que diz o direito sobre o assunto

O Código Civil e oCódigo de Defesa do Consumidor determinam que os hotéis, hospedarias, pousadas são responsáveis pelos objetos que são guardados dentro dos apartamentos e quartos.

Isso porque esses objetos são depositados na confiança do estabelecimento. E, por isso, devem ser restabelecidos caso sejam furtados/roubados de seus donos.

Alguns hotéis possuem cartazes mencionando que não se responsabilizam por objetos de valor deixados fora do cofre. No entanto, esse tipo de cartaz não é válido, segundo inclusive orientação do PROCON.

Outra coisa importante se se saber é que independe se o furto/roubo foi realizado por funcionário ou não da hospedagem. Mesmo que o ato seja realizado por terceiro, o hotel ainda é responsável.

O que fazer para evitar os furtos/roubos em hotéis

Um dos maiores aborrecimentos após o furto em hotéis é provar que o objeto estava com o hóspede. Assim, uma dica de ouro é sempre informar no check-in os objetos de valores que estarão sobre a responsabilidade da hospedagem.

Você deve informar especialmente celulares, tablets, computadores e demais eletrônicos, dinheiro, joias (relógios, anéis, colares e etc).

Sempre que possível utilize o cofre fornecido pela hospedagem. Uma dica que sempre faço com meu marido é filmar tudo que estou deixando lá dentro. Quando algo como computadores ou tablets, não cabem no cofre solicitamos que eles sejam guardados na recepção.

Objetos guardados em malas devem também ser filmados e trancados com cadeado, se possível.

E se você teve objetos furtados/roubados em hotéis, o que fazer?

A primeira coisa é informar na recepção que o objeto está faltando. Se você conseguiu cumprir as dicas anteriores então você terá provas de que o objeto estava na hospedagem.

Caso não haja resolução do problema pelo hotel, faça um boletim de ocorrência.

Após procure o PROCON da sua cidade, de posse da comprovação da hospedagem e o boletim de ocorrência, informando a falha na prestação de serviço. Aqui em São Paulo, você pode fazer isso pela internet, aqui.

Na sequência, procure seu advogado e o Juizado Especial para buscar a devolução do valor do objeto furtado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *